Matérias

ATER Bahia Produtiva do CEDASB realiza Encontros Comunitários em municípios dos Territórios Médio Sudoeste e Sudoeste Baiano

O Centro de Convivência e Desenvolvimento Agroecológico do Sudoeste da Bahia (CEDASB) iniciou suas atividades sendo uma das instituições responsáveis pela execução de ATER dentro do Programa Bahia Produtiva do Governo do Estado em diferentes comunidades dos Territórios Médio Sudoeste e Sudoeste Baiano.

De forma a contribuir de maneira sustentável para o desenvolvimento politico, socioeconômico e ambiental das famílias envolvidas, a equipe técnica do CEDASB passou pelas comunidades realizando o Encontro Comunitário, atividade prevista dentro do Projeto, e tem sido recebida com entusiasmo pelos agricultores/as familiares que fazem parte dos empreendimentos de economia solidária. Esses encontros têm sido de grande importância para trocar informações pertinentes ao andamento do projeto, debate de experiências e expectativas do público presente e planejamento das ações a serem desenvolvidas pela equipe de ATER junto ao subprojeto.

No Médio Sudoeste foram realizados encontros com a comunidade Água Vermelha em Itarantim, onde os agricultores/as serão beneficiados com o viveiro comunitário, bem como a comunidade Timorante, em Nova Canaã, onde o grupo já está em construção dos galinheiros. Os dois empreendimentos contam com a colaboração de um Assistente Comunitário Rural (ACR).  Este jovem tem a função de acompanhar as atividades do Programa Bahia Produtiva na comunidade.  Além dos ACRs é possível contar com a parceria e acompanhamento sistemático do Assistente Territorial, Daniel Piccoli, que muito tem colaborado com as atividades realizadas pelo CEDASB no Médio Sudoeste Baiano.

No Sudoeste Baiano o CEDASB já passou pelo município de Caetanos, na comunidade Estreito, e em Mirante na comunidade Lameiro, ambas estão executando projetos de acesso a mercado da cadeia produtiva de caprinos e ovinos. Em Bom Jesus da Serra, a equipe esteve com o grupo da comunidade Bengo que vai ser beneficiado com a construção de uma casa de farinha, uma estratégia de fortalecimento da cadeia da mandioca, um produto cultivado por eles durante varias gerações. No Encontro Comunitário realizado no dia 19 de setembro no Bengo, podemos contar com a presença do diretor-presidente do CEDASB, Everaldo Rocha Mendonça, morador do município de Bom Jesus da Serra, que aproveitou a oportunidade para fazer uma apresentação sobre a instituição e colaborou nas discussões sobre a execução e andamento do projeto na comunidade.

No dia 06 de setembro foi feito um belíssimo encontro na comunidade Bomba em Belo Campo, a comunidade já esta bem adiantada na construção dos galinheiros e demonstrou grande satisfação em retornar os laços com o CEDASB que já tem a comunidade como grande parceira na sua caminhada para a efetivação das politicas de convivência com o semiárido.

A percepção da equipe, a partir da realização dos Encontros, é de que agricultoras e agricultores estão esperançosos com a chegada do Projeto e seu propício sucesso diante de tantas parcerias que chegam à comunidade concomitante à execução do ATER Bahia Produtiva.

Ainda existem grupos a serem visitados pelo CEDASB para a realização do Encontro, todavia, a equipe técnica está em articulação constante com a Assistente Territorial, Maria do Rosário, para agendamento dessas atividades. Ela tem contribuindo de forma significativa com a articulação e organização dos empreendimentos.

Ao realizar os Encontros Comunitários, a equipe está prezando por trabalhar com temáticas que possibilitem o desenvolvimento da organização produtiva e associativa dos grupos acompanhados pelo ATER Bahia Produtiva, baseado nos princípios da economia solidária e da produção agroecológica.

A busca pela inclusão socioprodutiva desses grupos tem em seu horizonte o empoderamento dos grupos e, consequentemente, a melhoria na qualidade de vida das famílias que tiram seu sustento da agricultura. O papel da equipe é auxiliá-los em sua jornada de realização de sonhos, afinal quando se trabalha junto o grupo ganha força que pode agregar, unir e dar a resistência necessária que impulsiona a realização de conquistas.

O Projeto de ATER é uma ação do Programa Bahia Produtiva do Governo do Estado, através da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional – CAR, empresa pública vinculada a Secretaria de Desenvolvimento Rural – SDR. O Programa é resultado de um acordo de empréstimo firmado entre o Estado da Bahia e o Banco Mundial.

Texto e Imagens – equipe da ATER – Bahia Produtiva

 

Comunidade Água Vermelha – Itarantim

 

Comunidade do Bengo – Bom Jesus da Serra

 

Comunidade do Bomba – Belo Campo

Comunidade Estreito – Caetanos

 

Comunidade Lameiro – Mirante

 

Comunidade Timorante – Nova Canaã

 

 

free vector