OOO O Candeeiro | Categories | Cedasb | Page 2

O Candeeiro

Mulheres artesãs do Craúno conquistam protagonismo

A comunidade Craúno, localizada no município de Poções-BA é lar das “Mulheres D’art Flores do Sertão”, um grupo de artesanato formado somente por mulheres que vivem na região. O grupo que teve início no ano de 2012 faz artesanatos baseado na técnica do Patch Apliqué, comumente chamada de Pet Aplique, que envolve colagem e costura de tecidos sobrepostos.

Escola Família Agrícola de Anagé: “aqui somos nós que escrevemos nossa história”.

Fundada em 2002, a Escola Família Agrícola (EFA) localizada na Fazenda Sertaneja, no município de Anagé BA, recebe constantemente alunos e alunas vindos/ as de diversos municípios da região do Sudoeste Baiano. Em sua grade curricular além das disciplinas obrigatórias, os discentes se dedicam à cultura da terra e disseminam para suas comunidades de origem todo conhecimento adquirido nos anos de formação.

Cooproaf gera renda agregando valor ao umbu

A Cooproaf (Cooperativa de Produção e Comercialização da Agricultura Familiar do Sudoeste da Bahia) é uma iniciativa de um grupo de moradores do município de Manoel Vitorino, na região sudoeste da Bahia, que hoje fabrica de forma artesanal 48 produtos a partir do beneficiamento do umbu, um fruto muito abundante na região. Com o apoio de diversas entidades e aumento das vendas, hoje a cooperativa possui sede própria, onde são fabricados e vendidos os produtos feitos à base do umbu e também de outras frutas.

Colhendo e construindo no Semiárido

Cansado de trabalhar na construção civil em São Paulo, Edílson retornou para a comunidade Mumbuca, no município de Bom Jesus da Serra, na Bahia em 2002, para cuidar da roça. Nesse período conheceu sua esposa Edeleice e hoje, com o filho Jorge, o casal que primeiramente foi beneficiado com a Cisterna P1MC, depois com o programa Gente de Valor da CAR (Companhia de Desenvolvimento e Ação Social) e mais recentemente com cisterna de enxurrada, que armazena 52 mil litros de água, conseguiram mudar de vida e provar que dá sim para viver bem no sertão!

As Vitorinas produzem os seus próprios sonhos através do umbu

Os municípios de Manoel Vitorino e Mirante são conhecidos por produzirem milhares de toneladas de umbu. Esta região é responsável por cerca de 80% da produção da Bahia, estado que é o maior produtor do nordeste. Ano após ano uma grande quantidade de pessoas se reunia para coletar a fruta e vender aos atravessadores. Com o objetivo de mudar essa realidade um grupo de mulheres começou a trabalhar com o beneficiamento do umbu, incentivadas por um curso ministrado em 2005 pelo Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa). Do grupo inicial de 45 pessoas participantes da capacitação, apenas 13 seguiram adiante, criando assim a Cooperativa de Produção e Comercialização da Agricultura Familiar do Sudoeste da Bahia (Cooproaf).

Artesanato é meio de vida na comunidade Departamento

Na comunidade Departamento, no município baiano de Boa Nova, e que fica às margens da Rio-Bahia, existem pessoas que fazem do artesanato o seu meio de vida, tirando o sustento através da coleta da madeira de umburana para a fabricação de utensílios de cozinha. Erisvaldo Rodrigues Pereira e Josias Maria Marcos são vizinhos e trabalham juntos na labuta do artesanato da umburana. Juntamente com Edson, Paulo, Gildásio e Carlos, todos parentes de Erisvaldo, eles se dividem entre viajar pelas fazendas de cidades próximas, coletando madeira de umburana, e trabalhando em casa, transformando o material em diversas peças de cozinha e decoração.

« Página anteriorPróxima página »