Matérias

Agricultoras assistidas pela ATER (BAHIATER) do CEDASB participam das comemorações do Dia Mundial do Meio Ambiente em Vitória da Conquista-BA

Por ocasião do Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de Junho, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Vitória da Conquista, na última segunda feira promoveu um evento comemorativo para celebrar o dia. Onde o Cedasb em parceria com o Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMAM) participou montando uma barraca com produtos agroecológicos cultivados por agricultoras familiares que são assistidas pelo projeto de ATER/CEDASB. O evento foi realizado na Praça Barão do Rio Branco onde as pessoas que passavam pela barraca do CEDASB puderam conhecer um pouco mais sobre o nosso trabalho e a relação deste com o cuidado e preservação do Meio Ambiente.

O evento contou com a participação direta de agricultoras familiares de algumas comunidades do município, que são assistidas pela Assistência Técnica e Extensão Rural da entidade, executada através da parceria com a Bahiater-SDR, dentre as quais, as comunidades de: Serra Grande e Olho D’Água da Serra II, que trouxeram suas produções agroecológicas para serem comercializadas durante o evento. Andu, pinha, biscoito, noni, abóbora, pimenta, maracugina,  tomate cereja, ovos caipira, rapadura, açúcar mascavo foram alguns dos produtos comercializados durante a atividade na Praça. Assim como, a diversidade de hortaliças cultivadas pelo Nupebem (Núcleo de Permacultura do Bem), que também participou do evento com a apresentação e comercialização de sua produção.

Foi um dia inteiro de troca de boas experiências e muitos saberes onde, ao comercializarem sua produção, as agricultoras juntamente com a equipe de ATER, puderam chamar a atenção das pessoas que ali estavam a respeito do entendimento em pensar o meio ambiente de maneira consciente e ampla. Pois pensar sobre isso, significa ir além da preservação dos ecossistemas entendendo que a prática orgânica de produzir alimentos respeitando a diversidade, em que os seres humanos respeitem o ambiente onde estão inseridos. Compreendendo a importância do cultivo sem o uso de qualquer tipo de veneno (agrotóxicos), e de maneira orgânica/agroecológica é também algo grandioso e acaba por preservar o meio ambiente e garantir a vida em todas as suas dimensões.

O espaço oportunizou também, ao CEDASB e às agricultoras presentes conversarem com o público, sobre a importância da agricultura familiar na produção de alimentos limpos e saudáveis. Bem como, no incentivo das pessoas em valorizar e consumir esses alimentos que são produzidos no próprio município.

E assim, a agroecologia vai sendo disseminada através dos agricultores e agricultoras que a promovem e mostram seus resultados na prática. Reconstruindo um meio ambiente onde todos/as possam viver em paz e em equilibro. Celebrar o dia do Meio Ambiente é celebrar a vida em plenitude em harmonia com tudo e todos/as!

Texto – Silmara/ATER e Comunicação CEDASB   Imagens – Equipe de ATER /CEDASB

free vector